Internet

Philip Roth e a ideia da “verdade” na wikipédia

Ta ai um exemplo interessante que suscita um ótimo debate, o escritor Philip Roth encontrou uma “inverdade” em sua verbete da Wikipédia, quem a fez colocou que o livro “A marca humana” do escritor foi inspirado na vida de Anatole Broyard, porém Roth diz que seria impossível pois ele nem conhece Anatole, e que seu livro foi inspirado na vida de uma amigo professor de sociologia, Melvin Tumin.

Roth então manda uma carta para a Wikipédia e solicita a correção, essa responde que ele sozinho não é um fonte válida e precisa ainda de outra opinião. O verbete incorporou a reclamação de Roth, mas mantém a informação “errada”.

As questões que ficam são:

O formato de construção da Wikipédia deve ficar acima da autoria “original”?

A compreensão que o leitor tem da obra (diversa da do autor) merece ter qual valor de verdade?

 

Padrão

Um comentário sobre “Philip Roth e a ideia da “verdade” na wikipédia

  1. tenho sido muito crítico da burocratização da Wikipédia, mas neste caso a Wikipédia está certa e o autor não entendeu a questão.

    A Wikipédia não pode publicar informações que outros editores não podem verificar. Não posso escrever num artigo “X fez Y, sei porque vi”, porque ninguém mais pode verificar se o fato é verdade, nem se eu vi ou não. Essa é a única defesa que a Wikipédia tem contra malucos ou malandros que querem colocar infomrmações falsas nela.

    A inspiração do autor de um livro é um desses fatos que não podem ser verificados, e por isso não pode ser registrada na Wikipédia. Note que, como regra geral, não se pode confiar no que o autor diz sobre o que ele sabia ou pensou. O autor pode mentir, ou lembrar errado.

    O que a Wikipédia *pode* registrar é o que o outor ou outras pessoas escreveram sobre isso *em publicações acessíveis a outros editores”. Então ela pode muito bem escrever “Segundo o Pasquim, o livro de Roth foi inspirado em um marciano.” Essa não é uma afirmação sobre a inspiração do livro, mas sobre o que o Pasquim escreveu, e portanto é verificãvel por outros editores: basta achar essa edição do jornal.

    Por outro lado, a Wikipédia não pode escrever “o autor, num email para a Wikipédia, afirma que se inspirou na Xuxa”, porque outros editores não podem ler esse email nem ter certeza que foi o autor mesmo que mandou. Ou seja, e-mail não pode ser considerado uma fonte verificável.

    Mas, *agora*, depois que o editor escreveu a carta pro Atlantica, a Wikipédia pode registrar *também* o fato “o autor escreveu no Atlantic que a inspiração foi X”. De novo, não é uma afirmação sobre a inspiração mas sobre o que saiu impresso no Atlantica, que qualquer editor pode conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s