Anonymous, Democracia, Movimentos Sociais

#OccupyWallStreet – Depois da Praça Tahir (Egito) e Porta do Sol (Espanha) a “Primavera” chega aos Estados Unidos

Belos cartazes na identidade desse movimento

Como os nossos irmãos e irmãs no Egito, Grécia, Espanha e Islândia, que planeja usar a tática revolucionária Primavera árabe de ocupação em massa para restaurar a democracia na América. Nós também encorajamos o uso de não-violência para alcançar nossos objetivos e maximizar a segurança de todos os participantes.

Convocado inicialmente pela Adbusters em julho, o chamado para a ocupação pacífica de Wall Street ganhou força em outros coletivos como o Anonymous,  the NYC General Assembly  e a US Day of Rage, desde então centenas de pessoas somaram-se a convocação pelo início das manifestações que atendem por “Ocupe Wall Street”. Usa-se basicamente as redes sociais digitais para a mobilização, no Twitter usa-se a tag  #OccupyWallStreet para agregar e espalhar a informação pelas redes de contato.

Ocupam Wall Street é movimento de resistência sem líder com pessoas de muitas cores, sexos e orientações políticas. A única coisa que todos nós temosem comum é que somos os 99% que não vai mais tolerar a ganância eacorrupção do 1%.

A motivação no chamado é pela recuperação da “democracia”, combate a corrupção”, e defesa do trabalho autogestionário como forma de enfrentamento a “crise econômica” que passa o planeta, em especial os Estados Unidos, país que vem mês a mês batendo recordes de desemprego e crescimento de taxas de pobreza absoluta. A seguir itens da “avaliação” que está na chamada do site principal https://occupywallst.org/:

2. Se você concorda que uma pessoa tem direito ao suor dos seus rostos, que ser talentoso em gestão não deve autorizar outros a agir como bispos e senhores, que todos os trabalhadores devem ter o direito de se envolver nas decisões, democraticamente, então você pode ser um um de nós.

5. Se você concorda que o Estado ea corporação são apenas dois lados da mesma estrutura de poder opressivo, se você perceber como a mídia distorce as coisas para preservá-lo, como ele coloca o povo contra o povo para permanecer no poder, então você pode ser um de nós.

A chamada segue com a convocação e sua linha principal:

1. Fazemos um apelo para protestos para permanecer ativo nas cidades. Aqueles que já estão lá, para crescer, para organizar, para levantar consciências, para aqueles municípios onde não há protestos, por protestos de organizar e perturbar o sistema.

2. Nós chamamos para que os trabalhadores não só atacar, mas aproveitar seus locais de trabalho em conjunto, e organizá-los democraticamente. Fazemos um apelo para alunos e professores para atuar em conjunto, para ensinar democracia, não apenas os professores para os alunos, mas os alunos para os professores. Para aproveitar as salas de aula e mentes livres juntos.

3. Apelamos para os desempregados, para voluntários, para aprender, para ensinar, para usar o que eles têm habilidades para se sustentar, como parte do povo revoltante como uma comunidade.

4. Chamamos para a organização das assembléias das pessoas em cada cidade, cada praça pública, a cada município.

5. Apelamos para a apreensão e uso de prédios abandonados, das terras abandonadas, de todos os bens apreendidos e abandonados por especuladores, para o povo, para cada grupo que vai organizá-los.

Como no seus pares Tahir e Porta do sol, a ocupação de Wall Street usufruiu da tecnologia, em especial da internet, diferencial que deverá ser potencializado no caso americano. A atitude vai além da tag da manifestação, o coletivo criou um email 9.17occupywallstreet @ gmail.com para contato, e um fone (877) 881-3020 – sem registro da ligação para dúvidas, informes e orientações rápidas.

Compõem também o arsenal pacífico um grande número de cartazes e até um manual que orienta o ato, a cobertura de fotos também está excelente via FlickR (AQUI), mas o ponto alto é a transmissão ao vivo, assim como na Porta do Sol do M15 da Espanha, a ocupação está sendo transmitida em vídeo pela internet via canal Global Revolution (AQUI).

Sigamos acompanhando e comentando em posts futuros, por certo a mídia dará pouca repercussão, os blogs levarão a notícia então. Segue abaixo mais cartazes, o movimento prossegue.

Leia também: “Ocupar Wall Street: Protestos de massa chegam aos EUA” Por Idelber Avelar na Revista Fórum.

Padrão

2 comentários sobre “#OccupyWallStreet – Depois da Praça Tahir (Egito) e Porta do Sol (Espanha) a “Primavera” chega aos Estados Unidos

  1. E os Brics que voam ao socorro da velha e cada vez mais fascista Europa, atolada na crise de sua divida publica. Boa noticia?
    Quando conhecemos a realidade do serviço publico do Brasil, o caos do sistema educacional e sanitario e milhares de seres humanos na miséria. Penso que o Brasil teria primeiro que desatolar os 2/3 da população antes de querer bancar o ricaço na cena internacional.

  2. Pingback: VÍDEO: Yahoo bloqueia emails com o termo #OccupyWallStreet | Relatividade…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s