Cibercultura, Internet

No Egito o uso da internet era sinônimo de democracia, na terra dos poderosos não #London

Curioso mas nada estranho, era até esperado a posição do governo Inglês em prender jovens por uso de redes sociais digitais. Durante a crise do Egito, o que levou a renúncia do presidente Hosni Mubarak, uma das armas era a comunicação pelas redes sociais digitais, na época, em uníssono, a mídia e os poderosos governos Europeus pronunciaram-se em coro, diziam: lá (no Egito) as manifestações são democráticas, o uso da internet é uma forma de comunicação legítima. Mas lá, no mundo Árabe, em Londres não.

Hoje a Folha de São Paulo estampa matéria em que Theresa May, Ministra do Interior Inglês, afirma que o governo estuda formas de determinar um toque de recolher em Londres, bem como, que a justiça já condena jovens por uso Facebook na mobilização das manifestações, curiosíssimo não? Ou o governo Inglês é tão anti-democrático quanto o governo do ditador Hosni Mubarak, ou os manifestantes Londrinos são despolitizados perante a experiência e luta de seus pares árabes. Façam suas apostas!

Até a isenta Globo, blindada por seu código de ética, consegue dizer em vídeo que as manifestações no Egito eram por Democracia AQUI, já em Londres é para perturbar a ordem AQUI. Decidam-se por favor!

Padrão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s