Internet, PNBL

21,7 meses fazendo um download, estou na sociedade da informação #PNBL

Na imagem abaixo um print de meu Utorrent fazendo o download do show do Indochine (State de France – junho de 2010). O arquivo tem 6,52 GB, o download está sendo feito a uma velocidade de 438,6 kB/s, conexão de 5MB da NET, valor R$ 59,90. Previsão de download – 2 dias, dado altos e baixos das fontes.

Clique para ampliar.

Tenho acompanhado com distância as discussões sobre o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), guardo reticências sobre o papel da Telebras como uma gigante disputando o mercado, vejo inclusive excessos em muitas das discussões e defesas da estatal na internet. Acho impossível a efetiva massificação da Banda Larga no país, sem uma negociação objetiva entre governo e provedores, pequenos, médios e grandes, esses últimos vale reforçar, donos de uma malha gigantesca de fibra ótica.

No Brasil, fora o Petróleo, nenhum setor é plenamente hegemonizado por uma estatal. Nenhum dos grandes programas do PAC, por exemplo, foram executados por uma estatal. A construção das milhões de moradias do “Minha Casa Minha Vida”, as gigantescas hidroelétricas e estradas, o novo pólo naval, são bons exemplos, nenhuma dessas grandes obras teve uma estatal criada para sua execução, por que então seria diferente com a banda Larga?

Não ter uma estatal hegemonizando o setor, e ao mesmo tempo priorizar uma negociação com grandes, médios e pequenos provedores não é o problema, a dificuldade reside quando essa negociação tem resultados pífios ou negativos, como o caso em questão. O PNBL ao que parece ruma o caminho do fracasso por três fatores, definir uma velocidade baixa, 1 MB, um plano social de valor altíssimo – R$ 35,00, e por aceitar a limitação de download em 300 MB.

A conjunção desses fatores fará com que um plano de 1 MB, o plano social de R$ 35,00, somado excessos, acabe um plano mais caro que o meu de 5 MB, citado no início desse post.

No #PNBL o novo cidadão digital pagará igual ou mais que eu por um plano inferior, ou terá que treinar meditação a espera do Indochine por 21,7 meses de download.

* Post sem revisão.

Padrão

3 comentários sobre “21,7 meses fazendo um download, estou na sociedade da informação #PNBL

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s