Caso de Polícia, Celso Pitta, Dalmo Dallari, Daniel Dantas, Diogo Mainardi, Gilmar Mendes, Istoé, Lei, Movimentos Sociais, Naji Nahas, Polícia Federal, prisão, Protógenes Queiroz, Quadrilha, Raul Jungmann, Satyagraha, STF, VEJA

Satyagraha IX – Caso Daniel Dantas: a gota da água para mudar a lei.

Foi a gota da água, o momento pede uma mudança substancial da lei que regra os limites da polícia e da justiça em sua ação diária, mas não se iluda que a gota da água tenha sido o caso do exército no morro do Rio de Janeiro, ou a ação polícia no caso do menino João, ou até mesmo a tentativa do ministério público, em dissolver os movimentos sociais no Rio Grande do Sul ou a repressão da brigada militar no RS, nas recentes manifestações sobre os devios do governo Yeda Crusius/PSDB, nada disso, a gota de água foi a “algema” nos bracinhos de Daniel Dantas, filmar o cabelo despentiado de Naji Nahas e expor para todo Brasil o  sexi Pijama de Celso Pitta. O desenho da nova lei vai interferir de alguma forma, desde as algemas até as escutas telefônicas, passando pela participação das Tvs e o acesso aos autos dos processos pelos advogados de defesa. O novo projeto de lei é desenhado pelo Presidente do STF, Ministro Gilmar Mendes e o deputado federal Raul Jungmann/PPS. O deputado acompanha o caso do RJ, mas infelizmente, não teve a fantástica motivação por lá.

Praticamente todos os poderes da república já se pronunciaram sobre a situação, alguns jogaram panos quentes, outros gasolina na discussão, a Tvs tem dado sua parcela, ainda que de forma muito repetitiva, os blogs e a internet como um todo, funcionam como um rastilho de pólvora, multiplicando as informações pequenos toques particulares em suas redes, a Polícia Federal, a pouco deu sua parcela maior ao tema, aceitando o “pedido de afastamento para estudo do delegado Protógenes”, responsável pelo caso a 4 anos. Aguardamos agora a sequência das ações dos juízes e procuradores na defesa do juiz responsável, bem como, se as centenas de delegados federais do Brasil, acreditaram no pedido de estudos de Protógenes, e nada estão articulando. Tem muita coisa ainda para aparecer, para se supor, para se divulgar, bem como, muita verdade que nunca se desenterrará, nos resta fazer a leitura dos fatos possíveis, como a verdade inquestionável dos fatos.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s