Antropologia, Brasil, Capitalismo, Democracia, Desmatamento, Economia, Eleições, Governo, Governo LULA, LULA, Política, Políticas Públicas, Sociedade

Por mês, cai na Amazônia uma área maior que o tamanho de duas Porto Alegres.

Dados do INPE (Instituto Nacional das Pesquisas Espaciais) AQUI apontam Mato Grosso como o campeão das derrubadas (704,1 Km2 de desmatamento), em segundo lugar Roraima (284,8 Km2 de desmatamento). Não querendo supor de forma leviana, acredito ser coincidência que Mato Grosso, campeão do desmatamento, tem como governador o Rei da Soja, principal opositor a normatização do Banco Central que diz: Quem desmata e não tem licença ambiental não pega dinheiro público para a produção. A poucos dias ele foi achincalhado pela Miriam Leitão na Globo News, pois ele primeiro desconsiderava os dados do INPE, logo após usava do próprio INPE para sustentar uma melhora em seu estado, ou seja, lá no pior, já foi pior ainda. Para ele, o satélite do INPE serve apenas quando convém. No caso do segundo colocado (Roraima), bem, não precisamos ir longe, acompanhamos dia-a-dia a crise na reserva Raposa Serra do Sol, da luta dos indígenas, que antes do INPE já diziam em várias linguas: em Rorraima os fazendeiros-grilheiros são os responsáveis por esse belo segundo lugar no desmatamento nacional.

Mato Grosso: (704,1 Km2 de desmatamento) + Roraima: (284,8 Km2 de desmatamento)= 988,9 Km2 de dematamento. A cidade de Porto Alegre tem 496,827 Km2.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s