Antropologia, Carlos Castaneda, Cultura, Download, Intelectuais, Literatura, Livros, Pessoal, Uma estranha realidade

“Uma Estranha Realidade” Carlos Castaneda

Post em homenagem aquele/a que como eu, liam Castaneda na adolescência.

– Sabe alguma coisa do mundo que o rodeia? — perguntou.
– Sei muitas coisas diferentes — respondi.
– Quero dizer, sente o mundo em volta de você?
– Sinto tanto do mundo em volta de mim quanto posso.
– Isso não basta. Tem de sentir tudo, senão o mundo perde o sentido.

Baixar o livro AQUI e na próxima janela, clique em Click here to start download..

Post antigo ERVA DO DIABO.

Padrão

30 comentários sobre ““Uma Estranha Realidade” Carlos Castaneda

  1. Cyborg disse:

    Pesquisando mais a fundo a respeito de Carlos Castaneda descobri que ele foi nada menos do que um falsário. Os Yaquis não usavam peiote e isso repercutiu negativamente nos povos indigenas mexicanos devido a onda de curiosos hippies que perturbou a paz desses povos, incluindo casos de hippies alucinados assassinando caciques.
    Além de ser provado sem sombra de dúvida que seus livros são obra de ficção, inclusive com alguns casos de PLÁGIO, a história perturbadora é que ele liderou uma seita em que suas seguidoras se relacionavam sexualmente com ele, até mesmo sua filha adotiva. E era sabido que ele as incentivava a cometer suicídio após sua morte.
    Só quero que o legado de Carlos Castañeda morra!

    • Fernando disse:

      vc está é frustrado consigo msmo ou não tem a capacidade de sintese…

      Castaneda a parte.. a obra é genial.

    • Zoador de Babacas disse:

      Pela sua raiva, você deve ter sido da seita e foi “comido”.
      Já sei que que não da para perguntar se foi bom pra você Cyborg.

    • lcas disse:

      Cara você só é mais um alienado com o documentario da bbc, se vc nunca leu 1 livro dele, e nunca entendeu nada, problema seu.

  2. Lana disse:

    Que bobagem ficar julgando o escritor. Suas idéias valem como reflexão e qualquer idiota irá perceber que é ficção. Os escritores costuma dizer isso, que suas obras são escritos verdadeiros, já estamos carecas de saber. Os livros de Castañeda são maravilhosos. Nem penso em quem ele foi. Já soube da Vida de Augusto dos anjos? E de Machado de Assis? E de Paulo coelho que foi internado em um manicômio e escreveu Verônica decide morrer, atribuindo a outra pessoa, quando na verdade a história é sua própria? Sim, paulo Coelho, foi a Verônica, e tentou suicídio… ele apenas mudou algumas coisas, e inventou que uma amiga lhe contou essa história.. tsc, tsc…

    • fernando ferreira gomes disse:

      lana tem certeza que é ficçao , bom segundo suas palavras , alguns escritores que voce leu , relataram suas experincias , mudando certos detalhes mas nem por isso deixou de ser realidade voce nao acha …..

  3. luiz carlos disse:

    Nada nem nunca provaram que as obras de Castaneda eram falsas, tanto que ninguem ficou sabendo de seu paradeiro.

  4. Gustavo Henrique disse:

    Qualquer um que tenha usado plantas de poder, sabe que seus livros nao sao obras de ficçao, as vivencias descritas por ele nao podem ser se quer imaginadas pela mente,e por mais criaiva que a mente seja elaborar tal coisa nao é possivel !mas apenas aqueles que utilizaram plantas de poder sabem o que estou dizendo!

    • Charru'Art Produções disse:

      Por muitos anos segui minha própria crença e entrei em contato com muitos índios “imaginários” em meus acampamentos na Pedra do Segredo na Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul (cerca de 26 finais de semana apenas em 1989). Quando li Estranha Realidade identifiquei muitas visões que tive nas palavras sábias de Dom Juan. Todas estas visões ligadas a coisas simples da natureza que se alteram a medida em que “fundimo-nos com ela”, nos libertando de qualquer realidade social. Quando conseguimos canalizar todas as energias que a terra inata nos oferece, passamos a ver muito além do limite imposto pela lógica social humana.
      Certa vez, indo a pé, com uma mochila de 30kg, pelos íngremes 9km que separam a cidade e a Pedra, numa noite sem lua, cerca de 1h da manhã, um acôo muito forte de um cachorro em uma casa ecoou no silêncio da noite… Senti muito medo naquele momento e apertando forte meu colar de proteção (4 dentes de vaca e 3 de cavalo, todos achados no pico da Pedra) virei-me com o braço em riste para trás, apontando no fim do movimento para o cachorro. Meu movimento naquele momento era uma ordem a toda uma tribo de índios que me seguiam e que naquele instante lançaram flechas contra o cão… O cachorro comeceu a ganiçar e recuou, correndo para a casa… Neste instante passou meu medo e toda a visão da tribo sumiu. Tudo voltou a realidade e pude ver o cão correndo ainda.
      Muitos fatos desses pude viver nestes tempos em que estava em equilíbrio com a natureza e no caminho do coração!

      Caro Cyborg,
      Sugiro que ajuste os parafusos, esqueça o Carlos Castaneda e curta a psicologia e filosofia de vida que estes manunscritos podem nos passar!
      Abraço!

    • Alguém que está trilhando disse:

      O que Castaneda escreve não tem novidade nenhuma para quem sabe ler. Se é ficção ou realidade pouco importa. Se você for estudar todas as outras tradições (religiões) verá que o que ele diz estão escritas em todas elas de outra forma. O povo é tão ignorante que acha que um corpo físico pode durar a eternidade e quando ele morreu acharam que esse fato caracterizou uma fraude, por ele não ser imortal. A imortalidade não está no corpo físico e sim no ego imortal, que nunca morre e vive eras sem fim. Carlos Castaneda com certeza está trilhando o caminho do adeptado, mas isso é outra coisa. Só quem trilha o caminho sabe o que ele está dizendo.
      Talvez um estudo e prática de 10 anos nos livros dos vedas, do budismo, da teosofia, etc. possam lhe dar alguma luz no fim do túnel. Senão espere pelas próximas incontáveis encarnações para se aprimorar.

      • fernando ferreira gomes disse:

        fala ai o grande sabio , pena que voce nao consiga ver alem daquilo que seus olhos foram treinados pra enxergar , a uma grande soberba em suas palavras se fosse um pouco mais humilde na maneira de falar concerteza admiraria sua maneira de pensar.

    • Anônimo disse:

      seria uma honra conhecer alguém que tivesse conhecido um nagual,ou poder conpartilhar opiniões sérias sôbre o assunto.

  5. Anônimo disse:

    Acho menos provável que a obra de Castañeda seja ficção do que realidade. Digo isso não só por sua originalidade, mas sobretudo porque estamos em um universo inconcebível e em um mundo inacreditável.
    Quem não pode conceber que a realidade pode ser diferente, tem apenas a vivência do tonal e vê as coisas da forma que o seu tonal permite e que todos à volta vêem, concordam e desta forma partilham da mesma descrição do mundo. Não vêem magia no existir, em estarem neste mundo fantástico, onde cada momento é diferente daquele que passou.

    Como disse Don Juan, o tonal faz um trabalho monumental: dá ordem ao mundo, explica tudo de forma impecável, mas por outro lado deixa praticamente impossível conceber algo além deste mundo da mente, desse mundo conhecido.
    Ver além deste mundo do qual compartilhamos a descrição não é um desafio e sim uma necessidade e para isso acontecer de forma aproveitável e consciente se faz necessário encontrar alguém que realmente conheça esta outra realidade, um mestre de verdade, que de fato possa torná-la acessível pra quem verdadeiramente a quer conhecer.

  6. Zoador de Babacas disse:

    Pela raiva do Cyborg, o pessoal da seita do Castaneda deve ter “comido” ele.
    Já sei que que não da para perguntar se foi bom pra você Cyborg.

  7. Para ler e entender o Carlos Castaneda, é preciso que você esteja em busca de respostas que estão além de uma realidade que te cerca… e não consegue atender a determinadas necessidades do teu mundo interior.

  8. Anônimo disse:

    não se trata de uma simples ficção,pelos tantos simples detalhes apresentados na obra.exemplo óbvio,o autor sempre citou que eram descrições em termos p´roprios,ou ainda comparações com padrões aos quais os leitores melhor assimilassem o assunto.Toda verdade abordada nas expetaculares descrições,somente fazem sentido também aos leitores que possuem atenção apropriada com tudo o que o cerca ,bem como um incurável senso de verdade,integridade e valor próprio,bens que nada doque a sociedade com sua opinião e regras limitadas teria força para destruir.se o amigo lento não consegue entender então lá vai outra:O VER É PARA QUEM SABE VER.

  9. Lobo Feiticeiro disse:

    O conhecimento é a única forma de se desvendar a vida, interagir com esta grande nave mãe e mergulhar no abismo da nossa forma luminosa de ser Na poesia da linguagem pré-Asteca está oculta como em várias filosofias a arte da transformação

    • Anônimo disse:

      tudo verdade,basta ter um minimo de poder pessoal para ter um vislumbre da irretocavel sabedoria eterna. ( jà lhe disse somos uns bichos estranhos.somos transportados e em nossa loucura achamos que estamos fazendo sentido) dom juan

    • Impecabilidade visão e vontade disse:

      tudo verdade,basta ter um minimo de poder pessoal para ter um vislumbre da irretocavel sabedoria eterna. ( jà lhe disse somos uns bichos estranhos.somos transportados e em nossa loucura achamos que estamos fazendo sentido) dom juan

  10. Nascimento disse:

    Li os livros do C.Castaneda por mais de 20 anos.Eles são fascinantes!Dentro dum universo cujos mistérios parecem insondáveis,ou pelo menos inatingíveis pela consciência mediocre e insuficiente dos humanos,somente uma consciência sobre humana poderia ter a chance mínima de explicar o que se passa.O ser humano é bossal, como esses que falaram para denegrir o que se encontra acima da suas monumentais ignorância.

  11. Marcilio disse:

    AI CARA SE VOCÊ MASCAR UNS BOTÕES DE PEYOTE NO MATO VOCÊ VAI CHORAR IGUAL A UM BEBÊ AIIIIIIIIIII E VAI CAGAR TAMBÉM E PEDI PERDÃO A DEUS DE JOELHO

  12. Susie Q. disse:

    Não sei o que pensar da obra de Carlos Castañeda porque o meu entendimento do mundo só consegue vislumbrar por rápidos instantes coisas que ultrapassem o meu entendimento racional… A minha intuição diz-me que há muito mais do que os meus sentidos percebem mas a minha razão diz-me para me deixar de fantasias malucas… Mas já há muito que comecei a perceber que a intuição é mais confiável que a razão.
    Uma coisa é certa, a ser ficção só uma mente sobrenatural para conseguir engendrar um enredo daqueles… Além disso, a linha que separa a realidade da ficção é uma linha muito mas muito ténue…

  13. evaldinho 1999 disse:

    Carlos castaneda salvou a humanidade das mentiras que nos ensinaram desde o nosso nascimento. Ha um mundo totalmente novo e que nos convida a experimentá~lo. Nada importa realmente. Loucura controlada. Impecabilidade. O caminho com coração. Nao existe nenhum Deus. O que existem sao as emanaçoes da Aguia e nao há maneira de se fazer promessas a ela.

  14. Vital Luiz Costa disse:

    quero ler as obras de Carlos Castaneda, as que ainda nao li, como, por exemplo: UMA ESTRANHA REALIDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s