Filmes

“Sweeney Todd” – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet – de 1 a 10 a nota é 6,85

Hoje tirei a manhã para olhar o filme/musical Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, musical dirigido por Tim Burton, o mesmo de A Fantástica Fábrica de Chocolate e a Noiva Cadáver.

Após ver o filme fui dar uma olhada nos feeds que acompanho (de 2 em 2 dias mais ou menos) e meu amigo/a nas retinas e risquinhos de giz, estavam comentando sobre o filme, admito que concordo em parte sobre o filme com os nobres blogs que admiro e acompanho.

O sanguinário filme (achei inclusive que teria mais sangue) é uma adptação livre do musical o Barbeiro de Sevilha (sim, sim, o filme é um musical) mas não um musical chato, como aqueles antigos da broadway que as pessoas olham pelo fato de dizerem serem cult, onde o enredo é constantemente atropelado (alguns dizem que qualificado) pelos envolvidos que se colocam a dançar de forma ridícula em coreografia – ufa, por sorte não tem isso no filme, ia ser a parte mais mortal desse sanguinário filme.

O filme fala da “lenda vitoriana do barbeiro assassino, coloca Johnny Depp para interpretar Benjamin Barker, barbeiro que, depois de ser injustamente expulso de Londres e ver esposa e filha caírem em desgraça, retorna adotando o pseudônimo de Sweeney Todd para consumar sua vingança. Ao lado da quituteira Mrs. Lovett (Helena Bonham Carter), o vingador usa a cadeira do barbeiro para assassinar seus clientes, enquanto ela pega os restos mortais para assar tortas que viram a sensação de Londres” aqui a fonte desse comentário.

O fato de Sweeney Todd (o Bento Carneiro de Chico Anísio) ser musical não só não atrapalha, como na verdade é o que faz ele estar tão badalado assim, junta-se a isso a qualidade técnica incontestável como na perfeição da montagem das vozes com as cenas e tem-se um bom filme, nada ao meu ver além disso. Não quero dizer que não vale a pena ir olhar, não é isso, mas não é nada assim ó. Nesse perfil de filme com muito sangue e violência, sempre noturno e azulado com cara de quadrinhos, prefiro milhares de vezes mais o Sin City de Robert Rodrigues e Frank Miller.

PS – Adoro bastante e lembrei do musical O Barbeiro de Sevilha com o Pernalonga, hehehe, esse sim bom que dói.

Um abraço – Lucio Uberdan

Padrão

3 comentários sobre ““Sweeney Todd” – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet – de 1 a 10 a nota é 6,85

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s