Cibercultura, Música

Más notícias do Ciberespaço – O SOM BARATO – Uma das grandes experiências de colaboratividade na internet passa por dificuldades (vamos superá-la?)

O Som Barato, blog que disponibiliza um gigantesco acervo de música popular brasileira (centenas) na internet passa por dificuldades, a mesma reside não no blog, mas sim no servidor principal de hospedagem do acervo – o Mediafire. Vale ressaltar que o trabalho feito pelo Som Barato sempre foi de uma minuciosa e qualificada pesquisa, recuperando para acesso público e sem custo verdadeiras pérolas da história musical de nossa cultura, um grande parabéns a esse trabalho e seus organizadores é necessário ser registrado.

Ainda assim, faz alguns dias que se começou identificar o desaparecimento de inúmeros pacotes lá depositados. Como dizem os organizadores, se isso aumentar e a conta do Som Barato for fechada, como já aconteceu com outros blogs semelhantes, esse será o fim do Som Barato: “não teremos mais energia nem boa vontade pra começar do zero, caso todo o nosso conteúdo vá pro espaço…. não existe possibilidade alguma de repostarmos todos os álbuns excluídos. É preciso deixar claro que não temos todo o conteúdo desse blog nos nossos discos rígidos”.

Confirmando-se essa notícia, sem dúvida teremos uma grande perda, mais uma grande perda para a cibercultura e sua necessária reinvenção – ou 1) colaborativamente se recoloca todos os arquivos em outro servidor de hospedagem (praticidade para quem baixa e pouca segurança) ou 2) transforma-se todos os arquivos em torrents (menos praticidade para quem baixa mas segurança e garantia total do P2P).

Entre em contato com o Som Barato – sombarato@gmail.com – e externe sua solidariedade, leia o debate que ta acontecendo sobre o tema e ajude aqui.

*Abaixo reproduzo um post que esta no Som Barato, esse post é do OMEDI e Castrezana – uma seleção montada (links) dos 100 maiores discos da música brasileira feita pela revista Rolling Stones. O nome do disco já é o link para baixa-lo.

01. Acabou Chorare (Novos Baianos, 1972)

02. Tropicália ou Panis et Circencis (Vários, 1968)

03. Construção (Chico Buarque, 1971)

04. Chega de Saudade (João Gilberto, 1959)
05. Secos e Molhados (Secos e Molhados, 1973)

06. A Tábua de Esmeralda (Jorge Ben, 1972)
07. Clube da Esquina (Milton Nascimento & Lô Borges, 1972)

08. Cartola (Cartola, 1976)
09. Os Mutantes (Os Mutantes, 1968)

10. Transa (Caetano Veloso, 1972)
11. Elis & Tom (Elis Regina e Antônio Carlos Jobim, 1974)

12. Krig-Ha Bandolo (Raul Seixas, 1973)
13. Da Lama ao Caos (Chico Science & Nação Zumbi, 1994)

14. Sobrevivendo no Inferno (Racionais MC’s, 1998)
15. Samba Esquema Novo (Jorge Ben, 1963)

16. Fruto Proibido (Rita Lee, 1975)
17. Racional Volume 1 (Tim Maia, 1975)

18. Afrociberdelia (Chico Science & Nação Zumbi, 1996)
19. Cabeça Dinossauro (Titãs, 1986)

20. Fa-Tal – Gal a Todo Vapor (Gal Costa, 1971)
21. Dois (Legião Urbana, 1986)

22. A Divina Comédia ou Ando Meio Desligado (Os Mutantes, 1970)
23. Coisas (Moacir Santos, 1965)

24. Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (Roberto Carlos, 1967)
25. Tim Maia (Tim Maia, 1970)

26. Expresso 2222 (Gilberto Gil, 1972)
27. Nós vamos Invadir Sua Praia (Ultraje a Rigor, 1985)

28. Roberto Carlos (Roberto Carlos, 1971)
29. Os Afro-Sambas (Baden Powell, Quarteto em Cy e Vinícius de Moraes, 1966)

30. A Dança da Solidão (Paulinho da Viola, 1972)
31. Carlos, Erasmo (Erasmo Carlos, 1970)

32. Pérola Negra (Luis Melodia, 1973)
33. Caymmi e Seu Violão (Dorival Caymmi, 1959)

34. Loki? (Arnaldo Baptista, 1974)
35. Estudando o Samba (Tom Zé, 1976)

36. Falso Brilhante (Elis Regina, 1976)
37. Caetano Veloso (Caetano Veloso, 1968)

38. Maria Fumaça (Banda Black Rio, 1977)
39. Selvagem? (Os Paralamas do Sucesso, 1986)

40. Legião Urbana (Legião Urbana, 1985)
41. Meus Caros Amigos (Chico Buarque, 1976)

42. O Bloco do Eu Sozinho (Los Hermanos, 2001)
43. Refazenda (Gilberto Gil, 1975)

44. Mutantes (Os Mutantes, 1969)
45. Raimundos (Raimundos, 1994)

46. Chaos A.D. (Sepultura, 1993)
47. João Gilberto (João Gilberto, 1973)

48. As Aventuras da Blitz (Blitz, 1982)
49. Racional Volume 2 (Tim Maia, 1976)

50. Revolver (Walter Franco, 1975)
51. Clara Crocodilo (Arrigo Barnabé, 1980)

52. Cartola (Cartola, 1974)
53. O Novo Aeon (Raul Seixas, 1975)

54. Refavela (Gilberto Gil, 1977)
55. Nervos de Aço (Paulinho da Viola, 1973)

56. Amoroso (João Gilberto, 1977)
57. Roots (Sepultura, 1996)

58. Antônio Carlos Jobim (Tom Jobim, 1963)
59. Canção do Amor Demais (Elizeth Cardoso, 1958)

60. Gil e Jorge Ogum Xangô + D2 (Gilberto Gil e Jorge Ben, 1975)
61. Força Bruta (Jorge Ben, 1970)

62. MM (Marisa Monte, 1989)
63. Milagre dos Peixes + D2 (Milton Nascimento, 1973)

64. Show Opinião (Nara Leão, Zé Kéti e João do Vale, 1965)
65. Nelson Cavaquinho (Nelson Cavaquinho, 1973)

66. Cinema Transcendental (Caetano Veloso, 1979)
67. África Brasil (Jorge Ben, 1976)

68. Ventura (Los Hermanos, 2003)
69. Samba Esquema Noise (Mundo Livre S/A, 1994)

70. Getz/Gilberto Featuring Antônio Carlos Jobim (Stan Getz, João Gilberto e Antônio Carlos Jobim, 1963)
71. Noel Rosa e Aracy de Almeida (Aracy de Almeida, 1950)

72. Jardim Elétrico (Os Mutantes, 1971)
73. Angela Ro Ro (Angela Ro Ro, 1979)

74. Õ Blésq Blom (Titãs, 1989)
75. Tim Maia (Tim Maia, 1971)

76. A Bad Donato (João Donato, 1970)
77. Canções Praieiras (Dorival Caymmi, 1954)

78. Gilberto Gil (Gilberto Gil, 1968)
79. Álibi (Maria Bethânia, 1978)

80. Gal Costa (Gal Costa, 1969)
81. Psicoacústica (Ira!, 1988)

82. O Inimitável (Roberto Carlos, 1968)
83. Matita Perê (Tom Jobim, 1973)

84. Qualquer Coisa/Jóia (Caetano Veloso, 1975)
85. Jovem Guarda (Roberto Carlos, 1965)

86. Beleléu, Leléu, Eu (Itamar Assumpção e Banda Isca de Polícia, 1980)
87. Verde Anil Amarelo Cor de Rosa e Carvão (Marisa Monte, 1994)

88. Nada Como Um Dia Após O Outro Dia + D2 (Racionais MC’s, 2002)
89. Carnaval na Obra (Mundo Livre S/A, 1998)

90. Quem é Quem (João Donato, 1973)
91. Cantar (Gal Costa, 1974)

92. Wave (Tom Jobim, 1967)
93. Lado B, Lado A (O Rappa, 1999)

94. Vivendo e Não Aprendendo (Ira!, 1986)
95. Doces Bárbaros + D2 (Gil, Bethânia, Caetano e Gal, 1976)

96. A Sétima Efervescência (Júpiter Maçã, 1996)
97. Araçá Azul (Caetano Veloso, 1972)

98. Elis (Elis Regina, 1972)
99. Revolução por Minuto (RPM, 1985)

100. Circense (Egberto Gismonti, 1980)

Fontes: Um Que Tenha, Som Barato, Eu Ovo e Discografias.
agradecimentos e créditos: Castrezana e OMEdI.

Padrão

4 comentários sobre “Más notícias do Ciberespaço – O SOM BARATO – Uma das grandes experiências de colaboratividade na internet passa por dificuldades (vamos superá-la?)

  1. castrezana disse:

    Bem, concordo com a importância do Som Barato. Mas só para ficar claro, o post dos 100 discos foi copiado do OMEdI (e dado o devido crédito)…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s