Pessoal

Manifesto Inaugural (1999) Item II

2. Resistir à tristeza
Vivemos uma época profundamente marcada pela tristeza. Não apenas a tristeza das pessoas, mas sobretudo, a tristeza da incapacidade. Os homens e as mulheres de nosso tempo vivem na certeza de que a complexidade da vida é tal que a única coisa que podemos fazer, sob pena de aumentá-la, é nos submetermos à disciplina do economicismo, do lucro e do egoísmo. A tristeza social e individual nos corrói e nos convence de que não temos mais os meios de viver uma vida verdadeira e assim nos submetemos à órdem e à disciplina da sobrevivência. O tirano precisa da tristeza porque assim, cada um de nós se isola em seu pequeno mundo, virtual e inquietante, pois os homens tristes necessitam do tirano para justificar sua tristeza. Cremos que o primeiro passo contra a tristeza (os efeitos do capitalismo em nossas vidas) é a criação de laços solidários e concretos. Romper o isolamento. O compromisso vêm da solidariedade, de uma militancia que não funciona mais “contra” mas “pela” vida, pela alegria, através da libertação da capacidade humana.

Padrão

Um comentário sobre “Manifesto Inaugural (1999) Item II

  1. Anonymous disse:

    “Vivemos uma época profundamente marcada pela tristeza. Não apenas a tristeza das pessoas, mas sobretudo, a tristeza da incapacidade.”
    Este seu fragmento de texto, resume, infinitamente, a problemática que tenho encontrado no dia-a-dia.

    Além disso: “O saber não nos torna melhores nem mais felizes.” (KLEIST)
    Às vezes penso que se eu tivesse reduzido o meu pensamento ao MITO/CRENÇA, não teria tanto conflito com o pensar.
    mas não,tenho essa agústia da investigação…

    ABRAÇO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s