Antropologia, Literatura, Notícia

Morre Clifford Geertz (23/08/1926 – 30/10/2006)

Um dos mais importantes Antropólogos do sec. XX, Geertz aos 80 anos faleceu por complicações após cirurgia no coração. Suas teorias influenciaram mais que antropólogos, mas toda uma série de pensadores sociais e culturais.
A primeira vez que li Geertz foi nas aulas de Antropologia da Prof. Antropóloga Flávia Riet no ISP-UFPEL. Um Jogo Absorvente: Notas sobre a Briga de Galos Balinesa era o texto, lembro de adorar a escrita (ensaio) desse pesquisador, elucidadora e ao mesmo tempo divertida. Fundador da Antropologia Interpretativa e grande indutor (diretamente ou não) da chamada antropologia pós-moderna, Geertz sem dúvida é um dos três antropólogos que desestabilizou (ou estabilizou) a ciência no último meio séc. XX (O belga estruturalista Claude Lévi-Strauss, o americano Clifford Geertz e a antropologia Interpretativa e o brasileiro Eduardo Viveiros de Castro com a Antropologia Simétrica que me foi apresentado pelo Prof. Antropólogo Edgar Neto).
Ano passado, tive o prazer de adquiri seu último livro “Nova Luz sobre a Antropologia” de 2000. Na página 29, com sub-título “tempo de espera” no último parágrafo Geertz escreve:
“Não sou muito bom de espera, como vocês já devem ter adivinhado pelo que digo e pela rapidez com que o faço, e provavelmente vou acabar estragando a coisa. À medida que meus amigos e companheiros de conspiração vão envelhecendo e deixando esta vasta “deselegância”, como Stevens a chamou, e que eu mesmo vou enferrujando e sendo esquecido, com certeza serei tentado intervir para endireitar de novo as coisas. Mas isso, sem dúvida, há de se revelar inútil e possivelmente ridículo. Nada é mais inadequado a uma vida acadêmica do que a luta para não abandoná-la, e – cito agora Frost , não Hopkins – “Não há memória da fama/ que evite a amargura do fim”. No momento, porém, estou contente por ter a oportunidade de montar minha própria lenda e argüir o meu próprio caso antes que os necrologistas me apanhem. Ninguém deve encarar o que fiz aqui como mais do que isso”.
A/o Relatividade tem muito haver com Geertz.
Lucio Uberdan

Padrão

2 comentários sobre “Morre Clifford Geertz (23/08/1926 – 30/10/2006)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s